O presidente Cesar Mori com o Dr. Sávio Neves Filho, apresentando formalmente o projeto EXPRESSO VALE VERDE e CARTA DE MARÇO que foi assinada por todos os presentes antes de ser entregue durante o almoço.

O Circuito Ferroviário Vale Verde recebeu ontem a tarde na Universidade Federal de Lavras o Presidente da Associação Brasileira das Operadoras de Trens Turísticos e Culturais e Presidente do Trem do Corcovado, Sávio Neves Filho. O evento que começou com um almoço no restaurante do Edinho na FAEPE, com a cortesia da Universidade Federal e o Patrocínio do Banco do Brasil, se estendeu pela tarde com uma apresentação por parte do nosso ilustre visitante, que falou sobre turismo e trens turísticos. Ouvimos também as palavras do Empresário Valdson Costa e de seu sócio Luciano Santos da empresa Helucan de BH, que trabalham com reforma de Vagões, locomotivas e socorro na linha para grandes empresas operadoras. Estes também fazem parte do Grupo que junto com a Serra Verde Express, uma grande operadora de trens turísticos do país cogita explorar a linha entre Angra e Rio Claro no RJ.
O objetivo principal de nosso encontro era apresentar formalmente o projeto ao Dr. Sávio Neves, e aos empresários da Helucan, ouvir de Sávio suas palavras sobre turismo, trens turísticos e da Helucan sua viabilidade, os recursos, onde estão os vagões, entre outros assuntos! Também entregar a carta de Março que leva o nosso grito, o nosso manifesto com relação ao patrimônio ferroviário e afins. Igualmente era interesse mútuo firmar essa parceria entre CFVV e ABOTTC, CFVV e HELUCAN. A ABOTTC que é uma entidade irmã e com os mesmos objetivos, como disse o próprio Dr. Sávio Neves, irá nos dar o suporte para lançamento de nosso projeto até que o Circuito esteja registrado e com o título de utilidade pública. Neste momento poderemos então já depois desta incubação andar pelas próprias pernas, sempre mantendo esta parceria, esta ligação "ABOTTC / CFVV ", que ao meu ver é duradoura. Também a parceria com a Helucan que tem a experiência no setor ferroviário, proporcionando melhor condições de negociação, e segurança para o futuro do EXPRESSO VALE VERDE em sua operação, que deverá ser gerido pelo experiente Berenício Donizete Carvalho, que poderá ser nosso futuro vice presidente.


Foi apresentado também pelo presidente do circuito, Lido pelo Primeiro Secretário Lincoln, o texto da resolução que deu a Sávio Neves o Título de Presidente de Honra do CFVV, que valerá a partir do momento de sua Publicação.

Identificamos neste encontro também, visto do ponto de observação dos experts, quem está realmente interessado... Isto pode implicar em mudanças significativas na formatação! Eu tenho falado sempre que para o Trem Turístico circular em todas as cidades planejadas, será preciso envolvimento real de todos. Caso contrário, o projeto será modificado. Será preciso a assinatura de um termo de compromisso entre as prefeituras realmente interessadas, buscando esta parceira. Estas possíveis mudanças podem acontecer em breve, o que não empobrecerá o projeto, ao contrário o fortalecerá. Reforçamos que não é obrigatório fazer parte do Circuito, mas sim esclarecer a população de sua cidade, o porque dela não estar fazendo parte!
Meu papel como presidente do CFVV foi e tem sido apresentar e agrupar a todos nesta idéia. Criei o Projeto com objetividade, determinação e obstinação. Mas para torna-lo mais atrativo, contei também com auxílio de pessoas gabaritadas que só o enriqueceram! Como o os técnicos da Universidade Federal de Lavras e o Engenheiro da antiga Rede hoje aposentado, Ricardo Coimbra, tornando-o um projeto auto sustentável. O projeto está bem formatado na condições atuais, entretanto, vai seguir as orientações dos Técnicos, e pode iniciar com um percurso menor como fase experimental até que as outras cidades estejam devidamente envolvidas e tenham assinado o protocolo de intenções..
Sávio Neves que soma muito neste batalha, repetiu o que eu tenho sempre dito: E preciso que nós trabalhemos pra torna-lo realidade.É preciso querer de verdade, sonhar somente não basta. Isto foi observado hoje por quem veio para nova etapa do projeto e ficou no ar a pergunta que fazemos todos os dias...
Quais são as cidades que realmente estão motivadas pela implantação do Trem turístico? Certamente o trem estará lá na fase experimental.

Sávio em sua palestra sobre os trens turísticos na Brasil

Ainda a palestra de Sávio Neves, que muita informação nos trouxe

Concordamos todos que iremos marcar uma reunião com a Prefeita de Lavras Jussara Menicucci para a próxima semana, buscando saber o teor do seu envolvimento neste projeto e a partir dai, mostrar que pelo menos fizemos a nossa parte para que Lavras fizesse parte do Circuito. Um vez que a Camara municipal de Lavras se mantendo completamente a quem, prova que a ferrovia em em Lavras é e sempre foi jogada para o esquecimento, razão pela qual todo este patrimônio está apodrecendo a céu aberto a mais de uma década. Na opinião dos especialistas da ferrovia e do Dr. Sávio Neves os Poderes Públicos de cada Cidade da região deveriam estar todos participando fortemente do PROJETO EXPRESSO VALE VERDE. Estarem inclusos com interesse voltado para suas cidades sendo nossos parceiros e não apenas alguns deles! Não entendendo a razão por que algumas mesmo que se dizendo apoiadoras, ainda estão tímidas. Deixando o entusiasmo para Carrancas e para Itumirim que se agarraram com vontade. O que é certo hoje é que o trem é viável, está em curso e nao tem como dar errado, principalmente se todos participarem cumprindo cada qual o seu papel, a exemplo da prefeitura de Carrancas, itumirim suas populações, suas prefeituras e de seus vereadores. De qualquer forma estaremos discutindo isto em alguns dias, quando teremos já algumas coisa concreta sobre os carros de passageiros para o nosso trajeto. Haverão certamente movimentações decisivas em alguns dias, que nos permitirão fazer um novo up-grade nas ações. Como o próprio Sávio falou para a TV Câmara, acreditamos que em 12 ou 18 meses estaremos circulando com o nosso trem.

Da direita para esquerda:
Sávio Neves, Professor Magno Pro-Reitor de extensão da UFLA,
Cesar Mori Junior, Valdson Costa da Helucan e Berenício Carvalho.


A segunda parte do encontro com o Dr. Sávio se deu no anfi-teatro de agricultura da UFLA e lá tivemos a presença de Vários representantes de Carrancas como a Secretária de turismo Ligia Moreira, o Presidente da Camara de Vereadores e seus vereadores! Alguns empresários do Setor Hoteleiro de Carrancas igualmente, Representante de Itumirim Ilson Heitor Resende, O Senhor Chicre Miguel de Itumirim esteve representado pelo Presidente do CFVV, Rotary Clube Lavras na pessoa do Professor Renato Paiva, Ricardo Coimbra, Samir presidente do Conselho Municipal de Economia Popular Solidária de Lavras e vice da ALAC, Agostinho Resende da AAPIL, Caio Marcio Goulart Presidente da ACIL e Sincoval e representando o Grupo Empresarial Carlos Alberto Pereira, 2º Tenente Dionísio Alves Comandante do Setor Norte da Policia Militar de Lavras, Ailson Godinho gerente do Banco do Brasil, Alberto Moretti vice presidente da Federaminas e presidente do Galpão Cidadão, Claudia Ferolla da Minas Trilhas de Carrancas, Lincoln Daniel da Ong Jacu da roça de Luminárias, A parceira Universidade Federal de Lavras na presença do Pró- Reitor de Extensão e Cultura Prof. Magno Pato Ramalho e seu adjunto Renzo Alhan Rabico, TV Camara entre outros...

Membros do CFVV presentes no encontro
Membros do CFVV presentes no encontro
Agradeço a presença de todos que estão verdadeiramente envolvidos neste projeto, pessoas que como eu, buscam o desenvolvimento do turismo em nossa região, tendo-o como propulsão e alavanca pra o desenvolvimento sustentável. Estes são os verdadeiros interessados em um futuro melhor e causaram boa impressão aos nosso parceiros...

Objetivo foi alcançado, tudo saiu como previsto, estamos em uma nova etapa!
A todos voces,saudações ferroviárias!
César Mori Junior
Presidente do CFVV

2 comentários:

MARIO ZEFERINO disse... 8 de abril de 2010 08:43

Meu amigo, muito bom o assunto, pois gostaria de mais informaçoes a respeito do projeto. a populaçao carioca sonha com a volta do trem turistico para costa verde. mario zeferino - rj

CFVV disse... 8 de abril de 2010 09:15

Mário bom dia, um de nossos Trens propostos para fins turísticos, seria uma litorina que faria o percurso Minas rio uma vez por mes com toda a estrutura das cidades do percurso como ponto de visitação. Atraindo desenvolvimento do turismo para estas cidades. O trem local aqui seria uma Eletro diesel que sairá de Perdões indo até Carrancas. E uma Maria Fumaça que irá de Lavras até Ribeirão. Temos a parceira de Sávio Neves do Trem do Corcovado. Abraços

 
Top