CFVV CFVV Author
Title: Governo prepara o anúncio do 3º adiamento do leilão do trem-bala
Author: CFVV
Rating 5 of 5 Des:
O trem bala sem ser baleado seria ótimo, mas com a incompetência brasileira além de perder o tempo, ainda por cima nos levará a ter um trem ...
O trem bala sem ser baleado seria ótimo, mas com a incompetência brasileira além de perder o tempo, ainda por cima nos levará a ter um trem bala a peso de ouro! Ainda acredito cegamente que seria muito mais inteligente investir estes bilhões em vários trens regionais, que certamente o Brasil ganharia muito mais...

DIMMI AMORA/Folha de São Paulo
DE BRASÍLIA/25Jun2011
O governo está próximo de anunciar o terceiro adiamento do leilão do trem-bala ligando Campinas-SP-RJ. Sem negócios fechados entre grandes empreiteiras brasileiras e fornecedores estrangeiros de tecnologia, não há mais garantia de que haverá interessados no projeto.Prevista para 11 de julho, a entrega de proposta por parte dos interessados deverá ganhar mais um mês de prazo. Se ocorrer, será o terceiro adiamento. Os outros dois ocorreram em novembro de 2010 e abril deste ano.Em novembro de 2010, o governo tinha uma situação favorável para si. Um consórcio de empresas coreanas e brasileiras afirmava que apresentaria proposta de qualquer maneira.Nesse consórcio não havia nenhuma das cinco grandes empreiteiras nacionais.O governo tentava forçar as empreiteiras a se aliar a outros detentores de tecnologia para não perder "um grande negócio" e, assim, ter um leilão competitivo.A situação hoje é inversa. O consórcio coreano vem se desfazendo desde então.Ainda em novembro, três empreiteiras nacionais deixaram o acordo. Neste ano, quatro empresas coreanas também anunciaram que estão fora.Segundo fontes do mercado, nem mesmo o detentor de tecnologia coreano garante participar. O grupo só seria viável com a participação de alguma das grandes empreiteiras nacionais.


SEM GARANTIAS
Não há, portanto, garantia de nenhum consórcio apresentar proposta. E, mais ainda, todos os detentores de tecnologia já disseram que só entram se alguma das grandes empreiteiras (ou todas juntas) for a líder do projeto.Nos dois adiamentos, as empreiteiras pediram mudanças no projeto para torná-lo mais atraente. Elas dizem que o orçamento do governo (hoje em R$ 38 bilhões) é inferior ao valor calculado por elas, de R$ 55 bilhões.O governo diz que já fez as concessões que poderia e acena apenas com mudanças pontuais no projeto.Para integrantes do governo, as empreiteiras querem inviabilizar o modelo de concessão do serviço com a obra incluída para fazer o modelo habitual onde não há risco para elas: obra pública e depois concessão.

About Author

Advertisement

Postar um comentário

Anônimo disse... 27 de junho de 2011 12:48

PELO JEITO A NOVELA CONTINUA, O NOME DA NOVELA É: A GRANDE INCOMPETÊNCIA, PARTE 3. TENTEM ADIVINHAR QUANTOS CAPÍTULOS ESTA NOVELINHA VAI TER ??? PARTICULARMENTE FALANDO, NO ÚLTIMO CAPÍTULO O TREM BALA NÃO VAI SAIR, QUEM VIVER VERÁS !! UMA VERGONHA ESTE GOVERNO, QUE COM CERTEZA, MAIS UMA VEZ IRÁ DAR PRIORIDADE AOS MODAIS RODOVIÁRIO E AÉREO.EM OUTRAS PALAVRAS, PURA SAFADEZA !!!

 
Top