CFVV CFVV Author
Title: BANDIDOS IGNORAM CÂMERA DE VIGILÂNCIA DA PM E CONTINUA PILHANDO LOCOMOTIVA A VAPOR EM LAVRAS...
Author: CFVV
Rating 5 of 5 Des:
Vista lateral da Locomotiva em seu local de repouso na Praça José Esteves - Praça da Estação. Completamente sem proteção de onde facilita a ...
Vista lateral da Locomotiva em seu local de repouso na Praça José Esteves - Praça da Estação.
Completamente sem proteção de onde facilita a qualquer um interagir e danificar o Patrimônio.

A Locomotiva Baldwin 233 importada dos Estados Unidos da América em 1920, rodou nessa região durante muitos anos prestando grande serviço a Estrada de Ferro Oeste Mineira. Hoje com 92 anos de idade e exposta em uma Praça de Lavras como símbolo à ferrovia daquela época, ela sobrevive às intempéries do tempo e apesar das ações de vandalismo por membros da nossa própria comunidade lavrense. Pessoas que promoveram uma pilhagem do bem há alguns anos, sendo um deles surpreendido pela polícia com um carrinho de mão pleno de peças da locomotiva.

Vista da cabine de onde podemos notar a ausência de todos os equipamentos de comando já roubados...
Portas e janelas também foram roubadas, sendo a ultima  levada a 60 dias.

Há alguns anos houve um roubo nesta locomotiva com a retirada de vários itens importantes, CFVV solicitou na delegacia de policia civil de Lavras cópia do BO do furto e a relação dos objetos retirados e está aguardando este documento. O Presidente do CFVV foi investigar o paradeiro das peças confiscadas pela policia a seis ou sete anos atrás e descobriu que estas peças foram devolvidas ainda na época, para alguém na Prefeitura. O Presidente enviará um oficio a Senhora Prefeita Jussara Menicucci, solicitando que seja investigado o caso, para se descobrir o paradeiro destas peças, valendo-se da relação do furto em mãos. O objetivo é ter todas estas peças de volta intactas, para serem recolocadas na locomotiva,  assim que a Prefeitura fizer o cercamento prometido no fim do ano passado.

O presidente do Circuito Ferroviário Vale Verde Cesar Mori Junior, também alega que em várias visitas feitas à Locomotiva o ano passado e este ano, pôde constatar que ela está sendo dilapidada continuamente por vândalos e este processo está sendo feito a conta gotas. Uma averiguação mais detalhada na locomotiva indicou uma ação lenta, todavia, progressiva. Indicando que alguém estaria visitando o patrimônio e promovendo lentamente a retirada de partes que lhe interessariam para venda, ou troca por drogas... Um dia ele tira um parafuso, no outro dia ele volta e tira mais um, logo retorna e força o local, depois volta e força novamente em outra ponta, até que se solte facilmente e ele possa levar consigo seu troféu, ou item para troca e sustento de algum vício. Fazem isso bem debaixo da câmera de vigilância da Policia Militar instalada ali em frente! 

Umas das placas de identificação da Locomotiva também já está em processo de retirada...
Já retiraram um parafuso, tem sinal de alavanca por detrás da placa, o que nos indica tentativa de roubo.


Senhores cidadãos, presidentes de entidades, Rotarianos, Maçons, turismólogos, políticos e empresários de Lavras... Não da mais pra ignorar a apatia da sociedade lavrense para com seus bens patrimoniais, desabafou o presidente do CFVV! Bens estes, que estão se deteriorando pelo descaso, pela omissão até do próprio Conselho Municipal de Patrimônio que não moveu uma palha até o momento, nada que se possa dizer: Olha! Medidas sólidas foram tomadas para que pudesse acontecer de fato, o que estamos pedindo a tempos. Bem similar acontece com os senhores Vereadores e também os pré-candidatos ao legislativo da cidade que a ignoram, ficando ela em um completo abandono. Contando a Prefeita Jussara que já é parceira desde o inicio, apenas alguns pré-candidatos já oficializados ao cargo máximo do Executivo Lavrense, tem mostrado interesse e apoiado a causa, são eles: O Professor Silas Costa Pereira pré-candidato pelo PSDB, Dr. Cléber Pevidor pré-candidato pelo PSDB, Dehon Morais pré-candidato pelo PT e Dr. Hugo Paiva pré-candidato pelo PT.  Apenas um pre-candidato a vereador tem proposta e interesse em lutar pelo turismo, ele é o empresário Leandro Moretti, que deverá se pronunciar a respeito em momento apropriado segundo ele mesmo disse. Os demais estão envoltos com seu próprio ego!


O Presidente do CFVV afirma que solicitou da Prefeita Jussara em oficio, o cercamento imediato e preventivo da Locomotiva, incluindo uma placa que indicasse estar interditado para obras, pedido que foi aceito pela Chefe do Executivo. Já havia inclusive um pedido para o Secretário de Esporte Lazer e turismo Luciano Melo, para que viabilizasse e intermediasse a execução do cercamento provisório do bem, que segundo ele mesmo já lhe teria sido autorizado! O objetivo ai é impedir o acesso à locomotiva e garantir a integridade do bem, aguardando até que fosse definido o inicio das obras de restauro e a sua conclusão descontinuando os roubos. O secretário tem fugido do assunto desde então, a obra que é apenas a colocação de uma tela mais resistente até agora não teve início.

O Titular da pasta parece não se interessar muito pelo assunto, já que turismo não é o seu ponto forte. Mesmo assim, seria muito interessante que ele e as outras autoridades lavrenses ouvissem este clamor, pois o presidente do CFVV diz que de forma alguma quer ter que gritar! Antes prefere sussurrar brandamente, diz ele! Contando com o bom senso e a colaboração de todos para que possamos colocar um ponto final neste episódio dramático, que é a luta pela sobrevivência de um patrimônio histórico. Patrimônio este que foi erguido como “Símbolo à ferrovia” Memória de um passado cheio de glórias, quando ajudamos a escrever parte da história deste País sobre os trilhos de aço.  

O projeto de restauro está pronto e agora que eles o tem em mãos, irão procurar a Secretária Estadual de Cultura Eliane Parreiras e pedir socorro para restaurar a locomotiva. Se não houver resposta positiva da sociedade e das autoridades, então nós do CFVV, poderemos deixar que acabem de pilhar o que ainda resta para ser levado, que pelos menos façam bom proveito do que ali está plenamente abandonado! Porém, antes que desistamos, se for preciso, recorrerão a outras instancias, numa ultima tentativa de evitar que os roubos continuem a dilapidar este patrimônio público, que sem duvidas representa toda uma vida de suor e lágrimas de centenas de milhares de ferroviários que deram sua vida pelo País. Tenho certeza que é o desejo também da Senhora Prefeita Jussara Menicucci de oliveira, filha de ferroviário e apaixonada por trens, como, aliás, toda essa gente dessas Minas Gerais.


CAPA DO PROJETO

Segue abaixo uma sequência de fotos que apontam o vandalismo a que foi submetida esta locomotiva...

















O presidente do CFVV diz  também estar ansioso pelo inicio das obras de reforma do velho Prédio da estação, que segundo ele, já viu  o projeto da obra ano passado e no projeto constava uma reconstrução usando o padrão do prédio original. Ele mesmo trouxe da inventariança, uma baixa do prédio da estação e das oficinas. Mas boatos que estão se espalhando pela cidade, dizem que a obra será apenas para recuperar o prédio horroroso que lá está, fato resultante do crime que cometeram contra a fabulosa estação de Lavras. Mas sabe-se que em época de eleições, as oposições sempre usam de notícias que não são verdadeiras!

 ANTIGA ESTAÇÃO DE LAVRAS A SER RECUPERADA ESTE ANO

MESMA ESTAÇÃO ATUALMENTE:
Prédio horroroso resultado de uma loucura de algum engenheiro da época, ou cumprimento de uma ordem superior...

About Author

Advertisement

Postar um comentário

BCS disse... 6 de fevereiro de 2012 11:24

Locomotiva de praça que as prefeituras pedem para relembrar a sua memória ferroviária, no final só servem para isso mesmo, virar banheiro e zona de consumo de drogas.

Câmera de segurança, só serve mesmo para fornecer material aos telejornais...

CFVV disse... 6 de fevereiro de 2012 13:23

Infelizmente sou obrigado a concordar com voce amigo! Estou brigando para não ver essa máquina toda roubada faz tempo... Não sei mesmo se vale a pena.

BCS disse... 6 de fevereiro de 2012 13:32

Infelizmente essas maquinas só importam para a prefeitura na inauguração da praça, fazem todo oba oba depois caem no esquecimento tipico de qualquer trabalho do governo brasileiro.

Desejo boa sorte na luta e fico feliz em saber que algumas pessoas ainda se importam com ela.


Boa sorte!

Anderson Nascimento disse... 6 de fevereiro de 2012 21:16

A praça da zona norte precisa d euma guarita de segurança 24h. Já passou da hora dessa providência ser tomada, não só pelo patrimônio, mas também pela população que passa por ali e precisa de segurança naquele espaço. Não desanime caro Cesar, sempre vale a pena, os obstáculos surgem para engrandecer as conquistas.

Euripedes disse... 7 de fevereiro de 2012 17:00

Não entendo o problema.Porque essa locomotiva se encontra exposta e inativa?Deveria ser imediatamente recuperada e colocada para rodar.Porque não entregam a mesma para o pessoal da ABPF de Cruzeiro ou mesmo de São Lourenço?Deveria ser proibido um veículo histórico ficar exposto em praça pública.Estão dando sopa para o azar.A prefeitura de Lavras não tem cultura ferroviária turística e assim não deveria ter locomotiva alguma em exposição,seja de que maneira for.Conheço diversas locomotivas que ficam em exposição:quase todas estão depredadas.Quer saber de uma igual à 233?Em Ribeirão Preto.Atualmente serve de mictório para drogados.

CFVV disse... 8 de fevereiro de 2012 00:36

Talvez porque tenha sido doada para o municipiio, está sendo tombada duas vezes: Uma pela cidade e outra pelos bandidos... Que vão tomab-la antes do tombamento histórico! Bem o que podemos fazer é deunicar ao MPF o descaso, que vai exigir a recuperação do obem.

CFVV disse... 8 de fevereiro de 2012 00:36

Talvez porque tenha sido doada para o municipiio, está sendo tombada duas vezes: Uma pela cidade e outra pelos bandidos... Que vão tomab-la antes do tombamento histórico! Bem o que podemos fazer é deunicar ao MPF o descaso, que vai exigir a recuperação do obem.

 
Top