About Author

Advertisement

Postar um comentário

Locomotiva alemã em Goiás disse... 8 de fevereiro de 2011 00:49

Muito bonito e funcional, porém exemplo de VLT de Paris não se aplica à metrópoles brasileiras. Sabemos que Paris possui uma enorme malha ferroviária de metrô que beneficia todas regiões suburbanas com seu tranpsorte de massa bastante eficaz. Isso não acontece no Brasil. VLT - Veículo Leve sobre Trilhos no Brasíl seria um modelo apenas complementar, na minha opinião, nunca em substituição ao metrô como pretende ser em "Brasília" com mais de 2,5 milhões de habitantes. Devemos ter cuidado com propósito de VLT como modelo básico em substituição ao metrô para uma grande demanda. Sou leigo no assunto, porém entendo perfeitamente como encerrou este programa Cidades & Soluções afirmando corretamente que transporte de massa é metrô, mais VLT, mais ferrovias etc. etc. etc. VLT se aplicaria, na minha opinião, para transporte interbairros e de curta distância. Outra questão importante é a transferência total dessa tecnologia francesa quando empresas brasileiras possuem conhecimentos C&T suficientes para produzirem semelhantes modelos. Nem diria aqui sobre um protótipo brasileiro bastante avançado, porém naturalmente oneroso por ser uma tecnologia de ponta com esse mesmo propósito. Trata-se de Maglev, uma alternativa em desenvolvimento pelo Instituto Nacional de Tecnologia do Rio de Janeiro. http://www.int.gov.br/Novo/newsletter_05.htm
Quem sabe um dia ...

CFVV disse... 8 de fevereiro de 2011 09:01

O VLT é o substituto dos velhos e queridos bondes... Sendo assim não tem a mobilidade dos metrôs e nem a sua rapides. É um outro seguimento de transporte ferroviário que não deve em hipótese alguma ser comparado. Tem sua importância, é um transporte de qualidade comprovada e coexiste em áreas urbanas com tráfegos de automóveis como aliás faziam os bondes!
No Brasil já fabricamos o VLT com qualidade invejável evejo a ressussitação dos bondes atraves desse up grade sofrido com chegada dos VLT's como uma saída para grandes e pequenas cidades do Brasil que não podem pagar um metrô, terem sua mobilidade urbana resolvida com o encanto e a praticidade do trem.
abraços

Locomotiva alemã em Goiás disse... 8 de fevereiro de 2011 09:34

É montado ou fabricado no Brasil?
Meu perfil continua aparecendo automaticamente de forma equivocada pelo Google como "Locomotiva alemã em Goias (Google)"

CFVV disse... 8 de fevereiro de 2011 09:52

http://www.bomsinal.com/vlt/pt/index.php

 
Top