CFVV CFVV Author
Title: Evento discute veículo leve sobre trilho em SP
Author: CFVV
Rating 5 of 5 Des:
Um dos temas abordados durante a 16ª Semana de Tecnologia Metroferroviária na capital paulista, foi a implantação/dos veículos leves sobre ...

Um dos temas abordados durante a 16ª Semana de TecnologiaMetroferroviária na capital paulista, foi a implantação/dos veículos leves sobre trilhos (VLTs), apontada como solução do problema de transporte de passageiros em diversas cidades brasileiras.

O VLT é uma modalidade de transporte ecologicamente correta, pois não emite gás carbônico e, pode ainda, transportar de 3,2 mil a 12,8 mil passageiros por hora, contribuindo para a diminuição do trânsito.

Comparado ao Bus Rapid Transit (BRT), o VLT tem custo de instalação maior, mas por ter baixo custo de manutenção, transportar mais pessoas e ocupar menos espaço na via, acaba se tornando, a longo prazo, uma opção mais vantajosa.

Trem Padrão Nacional

Veículo Leve sobre Trilhos - VLT

Adotados em várias cidades da Europa, Ásia e Estados Unidos, como solução para o transporte de passageiros em regiões de média capacidade de demanda, os VLTs – Veículos Leves Sobre Trilhos, estão chegando às cidades brasileiras através da CBTU.

O Projeto teve início no ano de 2005 e foi motivado pela idéia da Modernização dos Sistemas Ferroviários operados pela CBTU nas cidades de Natal, Maceió e João Pessoa.

No desenvolvimento do projeto TREM PADRÃO CBTU, verificou-se a sinergia com o TREM REGIONAL DE PASSAGEIROS, estudo realizado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Social – BNDES e Ministério dos Transportes, com apoio da Coordenação dos Programas de Pós-graduação de Engenharia – COPPE da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Esta sinergia propiciou as condições fundamentais de demanda e escala industrial para a fabricação desses novos veículos, passando o projeto a denominar-se TREM PADRÃO NACIONAL.

O estudo das demandas por viagens; as características dos trechos operacionais e as perspectivas de expansão dos sistemas, indicaram a especificação de um VLT movido à tração diesel e biodiesel.

Atualmente a CBTU está implantando um Sistema de VLTs em Recife e auxiliando o Metrofor na implantação de VLTs na Linha Oeste de Fortaleza. Natal e Maceió encontram-se em plenas condições para serem as próximas cidades contempladas, enquanto o BNDES lança os Editais para estudos de implantação de Trens Regionais em 14 trechos brasileiros.

Caracteristicas Técnicas e Operacionais

Os VLTs possuem características técnicas e operacionais que garantem bom desempenho tanto em via férrea segregada, quanto em meio ao tráfego rodoviário urbano, tendo uma capacidade de transporte de pessoas equivalente ao de 10 ônibus.

Utilizam materiais ecologicamente amigáveis e podem ser tracionados por meio de energia elétrica ou utilizando motores à combustão e sistema de transmissão dinâmica.

Outras características:

· suspensão pneumática, que assegura baixos níveis de ruído e vibração durante a operação;
· sistema de ar condicionado;
· portas amplas e dotadas de rampas automatizadas para facilitar o acesso de pessoas em cadeira de rodas;
· sistema microprocessado para controle de tração e freio, que propicia partidas e paradas suaves e maior confiabilidade operacional;
· salão de passageiros amplos e equipados com componentes ergonometricamente desenvolvidos, com displays para veiculação de informação e mídia em tempo real, além de local específico para posicionamento e travamento de cadeira de rodas.
Por possibilitarem a incorporação de características específicas em seu projeto de fabricação modular e de identidade visual, representam a oportunidade das cidades expressarem sua cultura através da modernidade, do conforto e da tecnologia.

Conheça a Especificação Técnica do Trem Padrão Nacional desenvolvida pela CBTU.

About Author

Advertisement

Postar um comentário

 
Top