CFVV CFVV Author
Title: Usina de Camargos, localizada nas proximidades de Lavras, está em alerta máximo
Author: CFVV
Rating 5 of 5 Des:
A Cemig decretou estado de emergência no reservatório de Camargos que, na quinta-feira, quase atingiu sua cota m...
A Cemig decretou estado de emergência no reservatório de Camargos que, na quinta-feira, quase atingiu sua cota máxima.

Hidrelétrica de Itutinga, a primeira a receber as águas de Camargos

O reservatório da usina hidrelétrica de Camargos, da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), quase atingiu o nível máximo esta semana, por isso, a administração decretou estado de emergência. Com capacidade de 671 hectômetros cúbico de água, é preciso rebaixar o volume, remanejando parte da água.

Localizada nas proximidades de Lavras e Aiuruoca, a usina de Camargos absorveu boa parte da água que deixou debaixo d'água a região, e como não é uma das maiores unidades energéticas, chegou a ficar quase cheia e, na quinta-feira, estava com 93,94% de sua capacidade em uso.

O engenheiro de Planejamento Energético da Cemig, André Cavalari, disse que é preciso baixar o nível atual para que, em caso de novas chuvas, o reservatório possa suportar o volume. Abrindo as comportas de Camargos a água será recebida pela represa de Itutinga, depois Funil e Furnas. Com a capacidade voltando ao normal, o estado de alerta deve passar progressivamente para atenção e, por último, normal.

Na semana passada, com as fortes chuvas na região, a Hidrelétrica do Funil abriu suas comportas e, em conseqüência disso, ocorreu a interdição da ponte rodoferroviária que liga Ribeirão Vermelho a Lavras. Uma lamina d'água de 40 centímetros se formou impedindo a passagem de veículos.

Observação do CFVV:

Se a Usina de Camargos necessitar de liberar mais água que o normal Ribeirão Vermelho poderá sofrer as conssequências, pois já sofre com a quantidade de água que verte nas quatro comportas abertas da Usina do Funil, que fica abaixo de Ijaci próximo a Lavras e abaixo da Usina de Itutinga. Não sabemos se a abertura das comportas de Itutinga irá aumentar ou forçar um aumento nas águas da Usina do Funil, é um incógnito! Esperamos que isto não aconteça pelo bem das cidades ribeirinhas, das pessoas que estão no caminho destas águas e tanbém do acervo patrimonial da RFFSA que já é sofrido demais... Mais uma enchente será perigoso, para não dizer fatal.

saudações a todos e que Deus nos abençoe e proteja!

Fonte: Jornal de Lavras

About Author

Advertisement

Postar um comentário

Mboaba disse... 23 de janeiro de 2011 18:07

Olá amigo, como está hoje, Domingo 23 ?

CFVV disse... 23 de janeiro de 2011 19:06

Não tenho na de novo desse quadro por hora, pois mesmo que nao chova aqui, chovendo nos rios que desaguam no Rio grande acontece o mesmo problema: Enchente!

 
Top