Anderson Nascimento Anderson Nascimento Author
Title: Reforma da antiga Estação Ferroviária entra em fase de acabamento
Author: Anderson Nascimento
Rating 5 of 5 Des:
28/01/2014   Prédio passa por recuperação, com objetivo de abrigar instalações do centro de Memória Nesta sexta-feira (23/01), o pr...
28/01/2014
 
Prédio passa por recuperação, com objetivo de abrigar instalações do centro de Memória
Nesta sexta-feira (23/01), o prefeito Antonio Meira visitou, na companhia do secretário de Obras, Ronaldo Alves dos Reis, as futuras instalações do Centro de Memória, que ficará na antiga Estação Ferroviária da cidade. O local recebe investimentos de cerca de R$ 600 mil para recuperação da estrutura. A ação garantirá aos moradores um espaço de preservação histórica e cultural. As obras estão adiantadas, e o trabalho de acabamento será finalizado ainda neste semestre.
Com a revitalização da estação, a Prefeitura atende a uma reivindicação antiga da comunidade diante do estado de abandono do prédio durante décadas. Em fevereiro do ano passado, a Administração conseguiu a posse definitiva da Estação Ferroviária Jacuba, antes patrimônio da União.
O projeto arquitetônico prevê a restauração do espaço com a preservação das características originais da estação. O piso cerâmico original foi mantido na maioria dos espaços internos. Além disso, em locais estratégicos, a estrutura subterrânea do prédio poderá ser visualizada pelos visitantes do espaço, por meio de placas de vidro colocadas sobre o chão. Nestes locais, é possível observar as antigas técnicas de fundação de obras, como a compactação de grandes pedras, a forma como os tijolos eram assentados no alicerce e os “porões” que existiam na Estação Ferroviária.
“A reforma, quando concluída, mostrará uma verdadeira obra de arte. Aqui começou a história de Hortolândia e queremos preservá-la. Vamos proporcionar aos moradores um espaço cultural moderno, com área de convivência, necessário diante do desenvolvimento de Hortolândia”, destacou Meira, durante a visita.
Depois de finalizada a reforma, a área interna do prédio, com cerca de 210 m², abrigará o Centro de Memória, com área para exposição e eventos, videoteca, biblioteca, mapoteca, fototeca, café e um terminal de consulta digital do acervo. Já a parte externa terá pavimento intertravado e espaço de convivência. A área toda, de 1,2 mil m², receberá, também, sete luminárias especiais.
O Centro de Memória proporcionará acesso a documentos, fotos e objetos antigos, por meio de equipamentos modernos, com exibição simultânea de vídeos que narram a história da cidade. O lugar terá um museólogo que recepcionará os visitantes e contará a história da cidade utilizando os materiais. O espaço terá dois ambientes, um com os documentos digitalizados e o outro com os impressos, que precisará de permissão e acompanhamento de um monitor para serem vistos. Atualmente, o Centro de Memória de Hortolândia está instalado provisoriamente no Ponto de Cultura Caixa de Luzes, no Jardim Everest.
 
 
Centro de Eventos Culturais
Ainda nesta sexta-feira, o prefeito visitou o canteiro de obras do Centro de Eventos Culturais, no Jardim Amanda. O espaço está em fase final de obras. Toda a estrutura já está pronta e acabada, com pintura nova, piso e portas assentados. Resta instalar as cadeiras do auditório e colocar vidros de proteção em aberturas laterais.
Com área construída de 693,44 metros quadrados, o local conta com teatro com 79 assentos, espaço onde poderão ser realizadas diversas atividades culturais. A unidade conta, ainda, com prédio administrativo com dois andares. No piso térreo fica a recepção, a área administrativa, a oficina multiuso e a área de circulação. No pavimento superior estão duas salas multiuso e sanitários. O prédio oferece acessibilidade para deficientes físicos e pessoas com mobilidade reduzida.

About Author

Advertisement

Postar um comentário

Anônimo disse... 12 de fevereiro de 2014 22:41

Nossa... Meu pai foi Agente e o último Chefe desta estação. Morei nas duas casas anexas a ela. Na primeira casa, a porta da sala é a grande porta que aparece em primeiro plano, a direita da foto. As três janelas que aparecem em último plano, a esquerda da foto, são da segunda casa. A primeira janela era a do meu quarto. As V8, Wanderléias, Russas, Quadradinhas (Box)e outras, pareciam passar dentro dele. Rsssss... E passavam o tempo todo. Dia e noite, sem parar.
Muita saudade.
Abraços e parabéns pelo excelente blog.
Afonso Sérgio F. Busembai.

 
Top