Anderson Nascimento Anderson Nascimento Author
Title: Locomotiva Baldwin, da Praça da Estação de Lavras, está sendo restaurada
Author: Anderson Nascimento
Rating 5 of 5 Des:
Os moradores da Zona Norte estão acompanhando com interesse a restauração da "Maria Fumaça" da Praça da Estação Homens estão t...
Os moradores da Zona Norte estão acompanhando com interesse a restauração da "Maria Fumaça" da Praça da Estação
Homens estão trabalhando na restauração da locomotiva da praça Dr. José Esteves, a Praça da Estação. Foto: Jornal de Lavras

Uma iniciativa do Sindicato dos Ferroviários de Lavras está agradando os moradores da Zona Norte da cidade, isso porque aquela instituição de classe está recuperando a locomotiva da praça Dr. José Esteves, a Praça da Estação, como é conhecida.
A locomotiva à vapor está sendo repintada nas cores originais. Segundo o responsável pela restauração, Luiz Carlos de Souza, supervisor aposentado de manutenção de locomotivas de Lavras, a locomotiva foi saqueada por vândalos e está faltando algumas peças, porém, elas serão repostas paulatinamente.
Os ferroviários aposentados acompanham de perto a restauração, e o ferroviário Paulo Bastos Pimenta, que trabalhou 35 anos na ferrovia, disse que ficou emocionado quando viu a locomotiva sendo restaurada. "Meus sangue está aí, eu dediquei 35 anos de minha vida para a estrada de ferro", disse.
Na tarde desta terça-feira, a secretária Municipal de Cultura, Luíza Maria Victorino de Andrade, foi conhecer o trabalho de restauração da locomotiva, ela agradeceu o empenho dos envolvidos na revitalização e disse que, no dia 7, segunda-feira, terá início a exposição da história da ferrovia no Supermercado GF da Zona Norte. Segundo a Secretária, o prefeito Marcos Cherem fará todo o possível para poder participar da abertura oficial do evento, que será às 17h, e faz parte da programação de aniversário de Lavras.
Foto: Jornal de Lavras
 
A secretária Luíza disse, também, que sua secretaria, a de Cultura, aproveita a oportunidade para convidar os ferroviários de Ribeirão Vermelho para participarem da solenidade de abertura da exposição da memória ferroviária.
O responsável pela restauração da "Maria Fumaça" da Praça da Estação, Luiz Carlos de Souza, explanou sobre a máquina, segundo ele, a locomotiva Baldwin é de fabricação americana. A Baldwin Locomotive Works foi o maior fabricante de locomotivas a vapor do mundo, a fábrica é responsável também pela produção de locomotivas elétricas e diesel-elétrica. A fábrica nasceu na Filadélfia, Pensilvânia, depois foi para a cidade de Eddystone, também naquele estado.
Em 1929 a Baldwin adquiriu a Whitcomb buscando diversificar a linha de produção. Entre 1931 e 1940, operou como Whitcomb Locomotive Works, uma subsidiária da Baldwin Locomotive Works. Durante 1940 assumiu definitivamente a empresa passando a operar como uma divisão da Baldwin, a Whitcomb Locomotive Company.

Fonte.: http://www.jornaldelavras.com.br/index.php?p=10&tc=4&c=7269

About Author

Advertisement

Postar um comentário

Anônimo disse... 1 de outubro de 2013 23:27

O grande problema ai nesta matéria é que o Senhor Luiz Carlos Souza, é um tremendo picareta pilhador de patrimônio Público. Ele responde na Policia federal por roubo de material nas oficinas de Lavras e foi pego pela PM com BO registrado. Quando o obrigaram a devolver a Betoneira que havia retirado la de dentro com sua caminhonete. Ele portanto não pode jamais representar a ferrovia ou defender o patrimônio publico, sendo ele seu inimigo numero um.

Anônimo disse... 1 de outubro de 2013 23:27

O grande problema ai nesta matéria é que o Senhor Luiz Carlos Souza, é um tremendo picareta pilhador de patrimônio Público. Ele responde na Policia federal por roubo de material nas oficinas de Lavras e foi pego pela PM com BO registrado. Quando o obrigaram a devolver a Betoneira que havia retirado la de dentro com sua caminhonete. Ele portanto não pode jamais representar a ferrovia ou defender o patrimônio publico, sendo ele seu inimigo numero um.

 
Top