CFVV CFVV Author
Title: Estação ferroviária revitalizada na década de 1990 está abandonada e Locomotiva de fabricação americana que funcionou até 2002. Segundo Associação Pró-Ferrovia, situação de abandono dura 3 anos.
Author: CFVV
Rating 5 of 5 Des:
Prezados (as) colegas preservacionistas; Leiam o texto abaixo, encaminhado pelo Arquiteto Ayrton Camargo e Silva, Vice-Presi...

Prezados (as) colegas preservacionistas;

Leiam o texto abaixo, encaminhado pelo Arquiteto Ayrton Camargo e Silva, Vice-Presidente do MPF - Movimento de Preservação Ferroviária. Cliquem no link, ao final, para acesso ao vídeo de um telejornal da
EPTV, filiada da Rede Globo em Campinas. A situação do patrimônio histórico e cultural ferroviário em Pouso Alegre - MG é mais um triste exemplo do descaso e do abandono. Vamos continuar lutando para reverter situações como essas, pedindo a responsabilização das autoridades omissas e descompromissadas com nossa história e com um patrimônio que é do povo brasileiro. 
Saudações ferroviaristas.


Estação ferroviária revitalizada na década de 1990 está abandonada e Locomotiva de fabricação americana que funcionou até 2002. Segundo Associação Pró-Ferrovia, situação de abandono dura 3 anos.

Do G1 Sul de Minas

A Estação Ferroviária de Pouso Alegre (MG), que na década de 1990 foi restaurada para se tornar ponto turístico da cidade, está abandonada. Segundo a Associação Pró-Ferrovia, o local que foi idealizado para ser um patrimônio cultural, foi esquecido pela Secretaria Municipal de Cultural e hoje está em situação precária. A idéia do projeto de revitalização da estação começou em 1986 e durante anos foram recuperados quase 10 mil quilômetros de linha férrea. Em 1997, foram adquiridos os vagões e a locomotiva a vapor que funcionaram por três anos. A Maria Fumaça que transportava os turistas no passeio era importada dos Estados Unidos e tinha sido fabricada em 1910. Entretanto, em 2002, a linha turística foi desativada, mas foi conservada até 2009. Segundo a Associação Pró-Ferrovia de Pouso Alegre, a situação de abandono começou há três anos. De acordo com o presidente da associação, Joaquim Scarato, a entidade possuía um convênio com a Prefeitura para preservar o lugar, mas em 2009 o acordo foi finalizado.

O mau estado de conservação incomoda os moradores. Os trilhos estão escondidos pelo mato e a locomotiva que funcionava está enferrujada pela ação do tempo. Com o abandono, vândalos picharam e quebraram as janelas do trem.


O secretário de Cultura do município, Rafael Hun, diz que a estação pertence à União, mas reconhece que a preservação do lugar cabe ao município. Ele afima que a liberação de uma verba de R$ 110 mil acaba
de ser aprovada, para o início de uma nova revitalização da ferrovia. A assessoria da Prefeitura de Pouso Alegre informou que as obras estão previstas para começar em dois meses. Segundo a Secretaria de Cultura, o projeto de revitalização foi dividido em etapas. No início, serão feitas as restaurações na locomotiva e na parte externa de quatro vagões. Esta primeira etapa deve durar 11 meses.

Assista o vídeo na página do G1.


MPF - Movimento de Preservação Ferroviária


PEGAMOS CARONA NESTE IMPORTANTE RECLAME PARA MOSTRAR OUTRO ABANDONO: 


Em Lavras não é muito diferente a situação da Locomotiva a Vapor Baldwin 233 fabricada no ano de 1920. Ela foi completamente pilhada, tendo partes importantes roubadas por falta de cuidado, manutenção e preservação. O CFVV vem tentando alertar as autoridades a mais ou menos um ano e meio da importância de ser restaurar aquela Locomotiva histórica que percorreu nossa estrada de ferro e que precisa de socorro urgente! 

Pode-se notar a ausencia dos equipamentos na cabine de operação...

Mendigos moravam dentro da Locomotiva durante anos, até que o CFVV provocou a sociedade e oo poder público e se mobilizou para a retirada dos mesmos que felizmente saíram, tendo inclusive um falecido dentro da locomotiva. Ela ainda está sendo frequentada por marginais, usuários de drogas e servindo de motel para os mais atrevidos. É frequente encontrar no local, restos da noite que são deixados por descuido ou pela pressa de sair do local! O CFVV vai se reunir com a Secretária estadual de Cultura Eliane Parreiras dia 11 próximo, na esperança de aprovar um projeto de restauração para a nossa tão querida Maria Fumaça e devolver este bem em condições de receber visitação onde se encontra, mas desta vez: Devidamente protegida, cercada e com câmeras de vigilância para que não seja mais dilapidada. A falta de recursos é sempre o impecílio para reustauração!

Hoje ela está bem pior!

Algumas peças importantes já estão sendo assediadas na tentativa de leva-las, ou seja: O comercio de Drogas local agindo em beneficio próprio, vendendo partes da locomotiva para consumo pessoal. Há alguns anos atrás foi preso em Lavras um rapaz e eu ainda não obtivemos ainda sucesso em encontrar os registros, este homem então caminhava tranquilamente, levando um carrinho de mão e nele, várias peças importantes da Locomotiva 233. Foi feita a apreensão e as peças foram devolvidas ao dono, ou seja: A prefeitura. Até hoje não tive notícias destas peças nem de quem as receber, ou onde elas foram guardadas! Estamos investigando para descobrir o paradeiro das mesmas, bem como a sua preservação e devolução a seu devido local, assim que a locomotiva for devidamente restaurada.

About Author

Advertisement

Postar um comentário

CFVV disse... 4 de maio de 2012 12:13

Houve sim omissão plena da adminstração pública de Pouso Alegre, claramente vista neste caso. Prefeituras não devem administrar projetos como este e exatamente por diferenças políticas, que possam ocorrer em administrações futuras... O secretário de Cultura que deu seu parecer no Vídeo do G1, equivocou-se plenamente ao dizer que nao há espaço para associações ou entidades, atuarem em projetos como aquele. A prova disso e o que houve em Pouso Alegre, que ao mudarem os profeitos, o projeto foi deixado de lado e a associação foi antipazadaAto que assassinou o projeto que antes funcionava perfeitamente! Um crime de lesa pátria! Politicagem barata e mesquinha para com a memória da nossa ferrovia. Agora querem fazer uma resutauração a conta gotas para se passarem por bonzinhos durante a campanha eleitoral de 2012! Nao caiam nessa armadilha eleitoreira, porque nada mudará com relação a maneira com que eles vêem o patrimônio. Eu mesmo ofereci ajuda ao secretário de Cultura de Pouco Alegre, para rever o projeto e torna-lo novamente viável. Ele deu parecer que se interessava, mas na verdade, o problema ali é puramente político. Mais um motivo para que estes projetos não estejam no colo de políticos e esquecidos quando eles não estiverem mais ali.

CFVV disse... 4 de maio de 2012 12:16
Este comentário foi removido pelo autor.
CFVV disse... 4 de maio de 2012 12:17

E o pior fariamos isso sem cobrar nada! APenas iriam pagar a restauração para quem fosse fazer. A propria ABPF que fez o restauro da locomotiva ja teria se manifestado, mas eles enrolaram tanto que nao aconteceu!

 
Top